Luiz Gustavo Guimarães - Curso de Oratória

Novos caminhos para a PAZ

Um texto para pensarmos sobre nossos comportamentos e buscas para um mundo melhor.

Por Luiz Gustavo Guimarães dia em Desenvolvimento Pessoal

Novos caminhos para a PAZ
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O mundo hoje vive uma crise, uma crise causada pelo terror, pela violência, por tudo que há de ruim. O mundo já não é mais aquele, onde você via crianças brincando na sua pura, doce e inocente infância, onde você via respeito, educação, simpatia, entre outras qualidades que as pessoas possuíam. Hoje não há nada disso, hoje não há liberdade, hoje não há paz!

A paz deveria ser constante, deveria estar sempre presente em nossas vidas. Mas ao contrário, vemos guerra, vemos terror, vemos nos jornais dos mais diferentes tipos de comunicação, crianças com armas nas mãos, armas de verdade. Mas porque falar disso, se na verdade o tema é sobre a paz? Mas como falar de algo que parece não mais existir?

O certo é que esta “paz” que tanto falamos, que tanto procuramos, está escondida. Porém é preciso encontrá-la. Todos nós temos capacidade para isso, é claro que precisamos ter paciência e muita esperança.

Algumas das formas para o êxito na tarefa acima são: respeito, educação, simpatia e principalmente consciência. Estas e tantas outras características podem ser usadas para abrir os “caminhos para a paz”.

Estes são fatores que podem nos ajudar na busca de um mundo melhor, são estas “pequenas coisas”, pequenos gestos, que podem fazer com que nós, voltemos a ver nossas crianças brincando.

(Luiz Gustavo Guimarães)

Bom pessoal, escrevi o texto acima em 11/Nov/2001 quando prestei o vestibular (estava com 17 anos), o achei esta semana num antigo blog e resolvi trazer aqui também para que possamos refletir e nos tornarmos melhores pessoas e profissionais para o nosso mundo.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: