Luiz Gustavo Guimarães - Curso de Oratória, Consultorias e Palestras

3 formas de passar confiança ao grupo.

Para você que é líder e precisa cativar sua equipe para alcançar os resultados esperados, se atente a estas dicas que podem ser colocadas em prática hoje!

Por Luiz Gustavo Guimarães dia em Blog

3 formas de passar confiança ao grupo.
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá pessoal, tudo em paz?

Pra você que se interessou por este artigo, tente se lembrar de alguma vez que buscou cativar sua equipe ou grupo, mesmo de maneira informal, tinha o objetivo de persuadir ou simplesmente ser notado pelos demais, porém, não teve êxito.

Se você, pretende interferir positivamente na vida pessoal ou profissional de alguém, é preciso se atentar aos sinais que passa aos outros, então vamos lá, papel e caneta em mãos, rs. Vou lhe apresentar três maneiras de passar confiança ao grupo.

A primeira delas: #OLHAR

Você não terá atenção se não demonstrar atenção, parece óbvio na teoria, mas na prática nem sempre acontece assim. Há pessoas que não olham nos olhos durante a conversa, o que não gera conexão.

Desta forma, sua primeira lição é olhar para quem estiver falando contigo, não estou dizendo para "encarar", mas para deixar claro que você está realmente sendo impactado e atento ao que a pessoa diz, quanto mais fizer este exercício, mais vai perceber que o outro buscará contato visual contigo, o que significa que você demonstrou ser um ponto de apoio, subliminarmente é como se você estivesse dizendo: "Conta comigo".

Segunda forma: #POSTURA

Se atente para que sua comunicação não verbal, não pese contra você, por exemplo, a pessoa esta falando e você de costas pra ela, ou de repente por você estar cansado do seu dia a dia, ficar encostado ou se apoiando o tempo todo, enquanto alguém conversa contigo, como se aquela situação fosse mais um peso em seu dia.

Não estou dizendo para ficar estático ou se posicionando de maneira formal, nada disso, podemos sim nos apoiar, encostar por exemplo num batente da porta durante o café com o colega, mas o todo, vai demonstrar se você está se sentindo bem ou está passando a ideia de "tanto faz". E ao notarem que se preocupa com isso, que apesar de um dia cansativo, se mantém "firme e forte" para ouvir a equipe, provavelmente se comprometerão mais à causa e busca dos melhores resultados para o grupo.

Por fim, a terceira maneira: #FALA

Se as pessoas não são iguais, se nossa comunicação é diferente para determinados grupos (por exemplo, você fala de um jeito com crianças, de outro, com seus amigos, se for fechado no transito, falará de outra forma, e por ai vai), então porque continua falando sempre no mesmo tom, do mesmo jeito, para aqueles à sua volta, para a sua equipe ou grupo. Se atentar a sua fala, ao tom de voz que usa, certamente vai influenciar na segurança ou falta dela, que passa aos seus pares ou amigos.

Evite ser metódico, evite também os extremos, ser paciente ou calmo demais ou ser agressivo em excesso. Modere sua fala, se for preciso explodir de vez em quando para demonstrar que gostou da ideia, faça isso, se apesar da vontade de gritar por algo que deu errado, conseguir se acalmar e ter empatia para entender a situação primeiro, então faça.

Cada nova situação desperta sentimentos em cada um e se você for gestor ou líder, não há problema em demonstrar isso, desde que esteja claro que se preocupa com o próximo, então se atentando à sua maneira de falar, também é um bom ingrediente para criar conexão interpessoal.

Por fim, note que lidar com pessoas não é uma tarefa simples, apesar de alguns terem o dom pra isso, outros certamente procuram desenvolver habilidades e conseguem excelentes resultados. Então, se permita testar, se permita pensar fora da caixa, sair da bolha e demonstrar maior preocupação aos que estão contigo.

Olhe com atenção, mude a postura se necessário e fale com emoção. Não estou passando nenhuma fórmula mágica, apenas o que tenho reparado ao longo dos anos e testado em minha vida, como tantas outras pessoas fazem para liderar melhor ou se relacionar de maneira mais eficiente.

Forte abraço e boas conexões.

Se gostou deste artigo, sugiro que veja outros do blog. Minha dica agora é que leia: "O que você fala, não interessa."

E se pretende falar em público com segurança, baixe grátis o e-book que preparei: "Fale em Público Já!"

clique aqui e baixe gratuitamente o e-book

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: